domingo, 26 de julho de 2009

PEQUENA GARRAFA EM VASTO OCEANO

A constatação primeira que motiva este escrito, é que sou um homem sem técnica. Não obstante, tenho imaginação, uma faculdade tida em alta conta pelo filósofo Immanuel Kant. Tá certo, alguma técnica todo mundo tem, não fosse assim, nem estaria escrevendo aqui. Talvez o mais correto seja então dizer que o que disponho de técnica é muito inferior à minha imaginação. Ou pretensão.
Seria eu um intuitivo, a forma bruta da Natureza, que inspira as descobertas das Ciências e das Artes? Graaannnndeeee pretensão!
Impertinente, talvez sim. Levo a sério meu gosto por coisas sobre as quais não entendo patavina. O design é um ótimo exemplo, e gasto bastante tempo às vezes, tentando imaginar objetos, e soluções para problemas que são postos pelos utensílios, e isto me levou a uma descoberta, se não de todo original, bastante interessante.

Um comentário:

  1. Cadê o Funk Perspectivista ?
    Tô sabendo que tem gente pedindo...
    Abs

    ResponderExcluir